Home Notícias Beisebol Bicampeonato, forte nível técnico e muita confraternização na 4ª Copa Red Sharks de Beisebol
0

Bicampeonato, forte nível técnico e muita confraternização na 4ª Copa Red Sharks de Beisebol

Bicampeonato, forte nível técnico e muita confraternização na 4ª Copa Red Sharks de Beisebol
0
0

Os anfitriões conquistaram o inédito bicampeonato na 4ª Copa Red Sharks – Trofeu Yukio Fukuda

O dia do amigo (20.07) marcou o início de um final de semana de beisebol competitivo, mas também de muita confraternização em Londrina. Durante dois dias, a 4ª Copa Red Sharks – Trofeu Yukio Fukuda reuniu oito times de São Paulo e do Paraná nos campos da ACEL. No domingo, os anfitriões comemoraram a conquista do torneio de forma invicta.

Red Sharks bicampeão

Quatro jogos e quatro vitórias. Assim o Red Sharks Avançado conquistou o segundo título da Copa Red Sharks – Trofeu Yukio Fukuda. Nenhuma vitória, no entanto, foi de forma fácil.

A primeira pedreira já veio no primeiro embate contra o Legends Rolândia. Em uma disputa equilibradíssima, principalmente na defesa, o placar terminnou empatado em 0 e precisou ir para as penalidades. Com uma corrida anotada, os donos da casa garantiram a vitória por 1 a 0. No segundo jogo, mais um embate equilibrado com o Tupã Indians. A vitória veio por 8 a 6. Com duas superações, o Red Sharks A passou para a Chave Ouro.

Na semifinal, definida por sorteio, encarou os paulistas do Máquina do Mau. Uma reedição da final da categoria AAA do Torneio Nacional de Beisebol 2018. Mas se em Ibúna deu Máquina do Mau, em Londrina melhor para os tubarões. Depois de zerarem nos dois primeiros innings, o Máquina do Mau abriu o placar com uma corrida anotada. Mas já na parte baixa, o Red Sharks Avançado virou. O empate veio em seguida, no 4º inninng. Na parte baixa, a ampliação de vantagem com mais sete corridas anotadas. Com o tempo quase se encerrando, o Máquina precisava empatar na quinta entrada. No entanto, anotou apenas uma corrida. Final: 9 a 3 para o Red Sharks.

A decisão

A final foi um encontro entre as duas melhores campanhas. O time da casa encarou o ACAE Sakura, de Presidente Prudente. O time paulista também estava invicto.

Assim como na semi, os dois times não pontuaram nas duas primeiras entradas. A ACAE saiu na frente com duas corridas no terceiro inning. No mesmo inning o Red Sharks descontou com uma corrida. Na quinta, só os paranaenses pontuaram, quatro vezes, abrindo uma boa vantagem. Depois de passar em branco na quinta entrada, os dois times marcaram, na sexta, com uma corrida cada. Já na sétima, o ACAE, na parte alta, não conseguiu anotar corrida. Assim, os anfitriões comemoram a vitória e o título, com o placar de 6 a 3. Com destaque para a excelente atuação no montinho do pitcher do Red Sharks, Mário Sugeta Jr.

Assista à final:

Campeão também na Chave Prata

Com dois times representando a equipe, o Red Sharks também venceu na Chave Prata. Na primeira fase a equipe saiu perdendo para o Maringá Black Mavericks por 6 a 0. Depois venceu o São Paulo por 11 a 5. O que não o garantiu na chave Ouro,. Na semifinal da Prata, derrotou o Tupã Indians por 9 a 8. Na final encarou o Legends Rolândia e venceu por 12 a 7.

Premiações individuais

Marinho foi o MVP da 4ª Copa Red Sharks. Foto: Eduardo Murate

O melhor time do campeonato teve também o maior número de premiados individualmente. O MVP, melhor jogador da competição, foi Mário Sugeta Jr, o Marinho. Ele também foi considerado o melhor arremessador.

O melhor rebatedor foi Rafael Okawa, do Maringá Black Mavericks. O 2º foi Bruno Ido, do Red Sharks Avançado. O prêmio de melhor defensor interno ficou com Hugo Prevedel, da ACAE Sakura. O de defensor externo foi para Alberto Batista, do Mavericks. O Home Run foi anotado por Marcos Tanaka, do Máquina do Mau.

Confira todos os resultados:

Sábado (20.07)

Jogo 1 – Tupã Indians 1 X 2 Acae Sakura
Jogo 2 -Mavericks 6 X 0 Red Sharks Iniciantes
Jogo 3 – Legends (0 + 0) 0 + (0 + 1) 1 Red Sharks Avançando
Jogo 4 – Máquina do Mau (7+1) 8 X 9 (7 + 2) São Paulo
Jogo 5 – Mavericks 2 X 3 Máquina do Mau
Jogo 6 – Acae Sakura 9 X 5 Legends
Jogo 7 – São Paulo 5 X 11 Red Sharks Iniciantes
Jogo 8 – Red Sharks Avançado 8 x 6 Tupã Indians

Domingo (21.07)

Jogo 9 – Acae Sakura (3+1) 4 X 3 (3+0) Mavericks
Jogo 10 – São Paulo 3 X 4 Legends
Jogo 11 – Red Sharks Avançando 9 X 8 Máquina do Mau
Jogo 12 – Tupã Indians 8 X 9 Red Sharks Iniciantes

FINAL DA OURO
Red Sharks Avançando 6 X 3 Acae Sakura

FINAL DA PRATA
Red Sharks Iniciantes 12 X 7 Legends

Classificação Final

OURO
1 – Red Sharks Avançando
2 – Acae Sakura
3 – Máquina do Mau
4 – Maringá Black Mavericks

PRATA
1 – Red Sharks Iniciantes
2 – Legends
3 – Tupã Indians
4 – São Paulo

Premiações individuais

Melhor jogador – Mário Sugeta Jr. (Marinho) / Red Sharks A
Melhor arremessador – Mário Sugeta Jr. (Marinho) / Red Sharks A
Melhor rebatedor- Rafael Okawa/ Mavericks
2º Melhor rebatedor – Bruno Ido / Red Sharks A
Melhor defensor interno – Hugo Prevedel/ Acae
Melhor defensor externo – Alberto Batista / Mavericks
Home Run – Marcos Tanaka/ Máquina do Mau

Outros jogos estão disponíveis na fanpage do Casal Travinha.

Texto: Nathi Travinha
Foto grupo todo: Nathi Travinha
Foto jogo: Eduardo Murate

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *