Banner
Banner
Banner
Banner
Atletismo
Atletismo: campeões sul-americanos estão mais perto do Mundial de Londres
Notícias - Atletismo
Seg, 26 de Junho de 2017 15:32
alt


O Brasil conquistou neste fim de semana 17 medalhas de ouro no Campeonato Sul-Americano de Atletismo, encerrado domingo (25.06), no Estádio Comitê Olímpico Paraguaio, em Assunção. Com a vitória, muitos atletas deram um passo importante rumo ao Campeonato Mundial de Londres, marcado para o período de 4 a 13 de agosto, na Grã-Bretanha, já que o título garante vaga ao atleta brasileiro, desde que no dia 23 de julho, data limite para a obtenção dos índices, esteja entre os 40 primeiros no Ranking Olímpico da IAAF, que leva em consideração três atletas por país.


Embora ainda tenham tempo de buscar as marcas mínimas, estão nessa situação, atletas como Eduardo dos Santos de Deus (110 m com barreiras), Fabiana dos Santos Moraes (100 m com barreiras), Paulo Sergio de Oliveira (salto em distância), Mariana Grasielly Marcelino (martelo), Eliane Martins (salto em distância), Jefferson de Carvalho Santos (decatlo) e Tamara Alexandrino (hetpatlo), todos ganhadores de ouro em Assunção.


Outros campeões já estão qualificados para o Mundial: Vitoria Rosa (100 m e 200 m), Geisa Coutinho (400 m), Nubia Aparecida Soares (salto triplo), Andressa de Oliveira Morais (disco), Geisa Arcanjo (peso), Darlan Romani (peso) e Wagner Domingos (martelo).


As demais medalhas de ouro foram conquistadas pelos revezamentos femininos do 4x100 m, formado por Franciela Krasucki, Ana Claudia Lemos, Vitoria Rosa e Rosangela Santos, com 43.12, e do 4x400 m, com Jailma Lima, Jessica Roberti, Jessica dos Santos e Geisa Coutinho, com 3:33.00. No masculino, o 4x100 m foi o campeão, com 39.47, formado com Flavio Gustavo Barbosa, Alexander Russo, Bruno Lins e Felipe Bardi. Todas as marcas entram para o Ranking Mundial, que definirá as equipes convocadas para o Mundial.


O vento forte impediu a homologação de diversas marcas durante toda a competição, iniciada na sexta-feira (23), para efeito de qualificação ao Mundial. O resultado do decatlo também não será aceito para este fim, porque Jefferson contou com a ajuda do vento nos 100 m com barreiras, 100 m e salto em distância. De qualquer forma, o Brasil manteve a hegemonia na competição e foi campeão na classificação geral (352 pontos), na masculina (164) e na feminina (188), com uma campanha consistente.


Os campeões brasileiros do Sul-Americano de Assunção:


Eduardo dos Santos de Deus (110 m com barreiras) - 13.42 (3.8)

Geisa Coutinho (400 m) - 52.03

Fabiana dos Santos Moraes (100 m com barreiras) - 12.86 (2.9)

Nubia Aparecida Soares (salto triplo) - 14,42 m (4.2)

Andressa Oliveira Morais (lançamento do disco) - 64,68 m (recorde sul-americano)

Paulo Sergio de Oliveira (salto em distância) - 7,93 m (2.3)

Darlan Romani (arremesso do peso) - 21,02 m (recorde do campeonato)

4x100 m masculino - 39.47

Jefferson de Carvalho Santos (decatlo) - 8.187 pontos

Eliane Martins (salto em distância) - 6,51 m (3.9)

Mariana Grasielly Marcelino (lançamento do martelo) - 66,83 m

4x100 m feminino - 43.12

Wagner Domingos (lançamento do martelo) - 73,79 m

Vitoria Rosa (200 m) - 22.67 (2.8)

Geisa Arcanjo (arremesso do peso) - 18,06 m

4x400 m feminino - 3:33.00

Tamara Alexandrino (heptatlo) - 5.667 pontos



Texto: Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt)

Foto: Divulgação/CBAt

 
Maratonistas e Revezamento 4x400m garantidos no Mundial de Atletismo
Notícias - Atletismo
Ter, 25 de Abril de 2017 10:59
alt


O atletismo brasileiro garantiu neste domingo, dia 23, a vaga no Campeonato Mundial de Londres para a equipe 4x400m masculina e o índice para três maratonistas. A equipe 4x400m assegurou a vaga no 3º Campeonato Mundial de Revezamentos, disputado neste final de semana em Nassau, nas Bahamas. O Brasil terminou em sétimo lugar na final, com o tempo de 3:05.96. O grupo foi formado, pela ordem de corrida, por Anderson Freitas Henriques, Alexander Russo, Hugo Balduino de Sousa e Lucas da Silva Carvalho. Alexander, Hugo e Lucas chegaram a representar o Time Brasil nos Jogos Rio 2016.


Já na Alemanha, Adriana Aparecida da Silva, Valdilene dos Santos Silva e Andreia Aparecida Hessel alcançaram o índice para o Mundial de agosto devido ao resultado alcançado na Maratona de Hamburgo. Adriana, que fez parte do Time Brasil na Rio 2016, completou os 42,195km da prova em 2:35:44, terminando na sexta colocação. Valdilene obteve o tempo de 2:36:33, ficando em sétimo lugar, enquanto Andreia completou em 11º, com 2:40:25. A marca mínima exigida pela Federação Internacional de Atletismo (IAAF) é de 2:45:00. As marcas de qualificação das brasileiras precisam ser homologadas pelo Departamento Técnico da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt).


Na Maratona de Viena, na Áustria, também neste domingo, Paulo Roberto de Almeida Paula ficou em nono lugar, com o tempo de 2:14:17. Com o marca, o atleta ratificou o índice para o Mundial de Londres (2:19:00), obtido no ano passado, com 2:13:56. Paulo Roberto também integrou o Time Brasil nos Jogos Rio 2016.



Texto:
Comitê Olímpico Brasileiro (CBAt)

Foto: Wander Roberto/Exemplus/COB

 
Caio Bonfim é ouro na etapa chinesa do Circuito Mundial de Marcha Atlética
Notícias - Atletismo
Seg, 17 de Abril de 2017 15:27
alt


Caio Oliveira de Sena Bonfim (CASO-DF) venceu neste sábado (dia 15) a prova dos 20 km da etapa chinesa do Circuito Mundial de Marcha Atlética, disputada em Taicang. O brasiliense completou a distância em 1:22:16, ratificando o índice exigido pela IAAF (1:24:00) para o Campeonato Mundial de Atletismo de Londres, em agosto, na Grã-Bretanha.


Na chegada, Caio acabou superando até com certa tranquilidade o mexicano Julio César Salazar, segundo colocado, com 1:22:58. O sul-africano Lebogang Shange terminou na terceira posição, com 1:23:45.


Na prova feminina dos 20 km, a pernambucana Erica Rocha de Sena (B3-SP) ficou em quarto lugar, com 1:31:31, chegando atrás de três chinesas: Xiuzhi Lu (1:31:01), Jiayu Yang (1:31:04) e Na Wang (1:31:09). Erica também ratificou o índice exigido para o Mundial de Londres (1:36:00).


Hexacampeão da Copa Brasil Caixa de Marcha Atlética, título alcançado em março, em Bragança Paulista (SP), Caio Bonfim comemorou bastante a vitória e o bom desempenho geral. "Gostei de minha parte técnica e tática", comentou o atleta de 26 anos, que já havia disputado duas etapas do IAAF Challenge este ano: 21º lugar em Ciudad Juárez, no México, com 1:26:47, e 7º em Rio Maior, em Portugal, com 1:22:13, quando obteve o índice pela primeira vez.


Pela programação original, o marchador volta agora ao Brasil para os treinamentos. A próxima competição será a Copa Pan-Americana nos dias 13 e 14 de maio, em Lima, no Peru. Depois segue para o GP de La Coruña, no dia 3 de junho, na Espanha. "A preparação está sendo muito bem cuidada porque o objetivo é chegar na melhor forma no Mundial", completou Caio, quarto colocado nos 20 km e nono nos 50 km nos Jogos do Rio 2016.


A meta de Erica, 7ª na Olimpíada, também é Londres. A etapa chinesa foi a terceira do Challenge de 2017 da pernambucana. Antes, ela havia disputado duas provas no México. Em Ciudad Juárez, ganhou a medalha de prata, com 1:30:49. Depois, em Monterrey, conquistou o inédito ouro no Circuito Mundial com 1:32:07.



Texto:
Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt)

Foto: Gianetti Sena

 

TRAVINHA TV

Banner
Banner

Newsletter


Fotos



Copyright © 2017 Travinha Esportes. Todos os direitos reservados.