Banner
Banner
Banner
Banner
Notícias
Tênis: Previsão de chuva adia Mercosul Open
Tênis
Qui, 25 de Maio de 2017 11:37
Torneio ocorrerá nos dias 9, 10 e 11 de junho
alt

A previsão de chuva forte na região das Missões para o próximo final de semana levou os organizadores a transferir a data de realização do XXIII Mercosul Open de Tênis, que será válido pelo Projeto de Fomento ao Tênis, que conta com financiamento da Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul, através do Programa Pró-Esporte, e patrocinado pela Bertex e Sintemais. Assim, o torneio ficou reprogramado para o período de 9 a 11 de junho. Os tenistas já inscritos, que por ventura não possam participar na nova data, devem cancelar sua participação junto à FGT ou organização do torneio. As inscrições foram reabertas e podem ser feitas até o dia 5 de junho.


O número de inscritos para o Mercosul Open deste ano chegou a 380 jogadores, recorde em torneios deste nível, no Rio Grande do Sul, nos últimos dez anos. A quantidade superou o Torneio da Páscoa, realizado em abril, que foi válido pela primeira etapa do Projeto de Fomento ao Tênis, e que contou com cerca de 360 participantes.


A premiação total será de R$ 15 mil, oferecida pelos organizadores e patrocinadores locais: Unimed, Noroeste Bebidas, Skin, Digal Pneus, Dunlop, Prefeitura municipal, IJ global, Formato Acabamentos e Supermercados Wienert. O maior valor vai para a 1ª Classe Masculina, onde o campeão levará R$ 3.500,00, com R$ 1.700,00 para o vice e R$ 500,00 para os semifinalistas. Todos os campeões e vices receberão troféus e todos os inscritos contarão com uma camiseta alusiva ao evento, além de ingresso no coquetel de abertura. As categorias em disputa são as seguintes: 10, 12, 14 16, e 18 anos, masculino e feminino; 35 anos A, B e C; 45 anos A e B; 55 anos A e B; 1ª à 5ª Classe Masculina; e 1ª à 4ª Classe Feminina. O torneio contará pontos pelo Grupo 2 do Circuito FGT.


O torneio também integra as comemorações dos 91 anos do Clube 28 de Maio. A realização é da Associação Leopoldense de Esporte e Cultura (ALEC). O Projeto de Fomento ao Tênis começou com o Torneio da Páscoa, segue com o Mercosul Open e terá ainda mais uma etapa, com a Copa Thomás Engel de Tênis.



Texto:De Zotti – Assessoria de Imprensa

Imagem: Divulgação

 
Canoagem: Brasil disputa etapa da Copa do Mundo na Hungria
Canoagem
Qua, 24 de Maio de 2017 11:10
Equipe de Canoagem Velocidade busca iniciar bem temporada europeia em etapa que contará com melhores do mundo
alt

A equipe brasileira de Canoagem Velocidade desembarcou nesta segunda-feira (22.05) em terras húngaras, na cidade de Szeged, para disputar a segunda etapa da Copa do Mundo de Canoagem Velocidade.As disputas acontecerão entre os dias 25 e 28 de maio, com provas de 1000, 500 e 200 metros.


A etapa que terá a presença dos principais nomes do cenário mundial promete disputas acirradas. “A etapa será muito forte, vamos enfrentar os melhores, é a nossa oportunidade de mostrar grandes resultados e começar a olhar para Tóquio 2020”, comentou o atleta Edson Silva. Szeged será o local do Campeonato Mundial de 2019, que será pré-olímpico para os Jogos de Tóquio em 2020.


A delegação brasileira é formada pelos atletas Edson Silva, Roberto Maehler e Vagner Souta, do Caiaque, Isaquias Queiroz, Erlon de Souza e Maico dos Santos da Canoa além de Valdenice Conceição, Andrea de Oliveira e Angela da Silva da Canoa Feminina, que passou a fazer parte do quadro de provas olímpicas. “Será nossa primeira Copa do Mundo após a Canoa Feminina ser confirmada no calendário dos próximos Jogos Olímpicos, acredito que a disputa será muito acirrada, todas querendo mostrar seu trabalho e já de olho nas Olimpíadas, vamos para cima das adversárias mostrar nosso potencial”, disse Angela da Silva.


Motivação não falta para a delegação brasileira, que vem de um excelente resultado no Campeonato Sul-americano. Os brasileiros confirmaram a hegemonia no continente ao conquistar o título por equipes com 54 medalhas conquistadas na competição.


Para o técnico Rui Fernandes o objetivo da equipe é mostrar sua evolução no esporte, que vem crescendo a cada ano. “Vamos buscar melhores resultados, e o maior número possível de finais A, vamos mostrar o quanto estamos evoluindo”.


No ano passado a equipe participou apenas uma etapa da competição, e garantiu três medalhas: um ouro, uma prata e um bronze.



Texto: Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa)

Foto: Alexandre Loureiro/Exemplus/COB

 
Ginástica Artística:Brasil ganha cinco medalhas na Copa do Mundo da Croácia
Ginástica Artística
Ter, 23 de Maio de 2017 08:24
Arthur Zanetti, Thaís Fidelis e Flávia Saraiva subiram ao pódio
alt

O início do novo ciclo olímpico tem sido bastante construtivo para as Seleções de Ginástica Artística Masculina e Feminina. Neste domingo (21.05) a equipe conquistou cinco medalhas na etapa de Copa do Mundo da Croácia, realizada em Osijek. Thaís Fidelis e Flávia Saraiva fizeram dobradinha no pódio em dois aparelhos: trave e solo. Já Arthur Zanetti dominou mais uma vez a competição nas argolas e garantiu o ouro.


É importante lembrar que os atletas estão passando por adaptações nas séries que estão se adaptando ao novo código de pontuação da Federação Internacional. O começo do trabalho tem dado bastante certo, pois além dos resultados de hoje, no fim de semana anterior, os brasileiros levaram quatro medalhas na etapa da Eslovênia.


Thaís (Cegin) e Flávia (Flamengo) se saíram muito bem nas finais da trave, melhorando o desempenho com relação à classificatória, na qual Flávia havia terminado em quarto e Thaís em oitavo. Na etapa decisiva, Thaís fez uma bela prova e somou 13,467. Flávia se apresentou um pouco depois e, com 12,933 garantiu o bronze. Entre as duas brasileiras ficou a russa Anastasiia Iliankova, com 13,333.


As duas atletas voltaram a brilhar no solo. Últimas a se apresentarem, as brasileiras encantaram o público. Flávia entrou no tablado primeiro e somou 13,633, o que lhe garantiu a segunda colocado. Thaís veio logo depois para conquistar o primeiro lugar mais uma vez, com 13,733. A terceira colocada foi Liliia Akhaimova, da Rússia, com 13,500.


Nas argolas, o campeão olímpico e mundial Arthur Zanetti (SERC/São Caetano) voltou a repetir a nota da qualificatória: 14,900 no encerramento da prova de hoje, ultrapassando todos os competidores. O Brasil também foi representado nas finais do aparelho por Francisco Barretto (EC Pinheiros), que terminou em sétimo, com 12,800. A segunda colocação foi para a Rússia, com Nikita Simonov (14,400) e a terceira para Israel, com Eyal Glazer (14,233).


Na barra fixa, Francisco Barreto foi o sétimo colocado, com 13,533. O campeão foi o croata Tin Srbic (14,367), seguido pelo holandês Bart Deurloo (14,333), e pelo russo Sergei Eltcov (14,100).



Texto: Confederação Brasileira de Ginástica (CBG)

Foto: Divulgação/CBG

 
Mais Artigos...
« InícioAnterior12345678910PróximoFim »

Página 2 de 1972

TRAVINHA TV

Banner
Banner

Newsletter


Fotos



Copyright © 2017 Travinha Esportes. Todos os direitos reservados.