Home Notícias Beisebol Histórico: Projeto social da Bahia, Anisa Unions é o primeiro time nordestino a vencer o Torneio Nacional de Beisebol
0

Histórico: Projeto social da Bahia, Anisa Unions é o primeiro time nordestino a vencer o Torneio Nacional de Beisebol

Histórico: Projeto social da Bahia, Anisa Unions é o primeiro time nordestino a vencer o Torneio Nacional de Beisebol
0
0

Jovens de 15 a 18 anos venceram na categoria Iniciantes

Foi com muita emoção que a 12ª edição do Torneio Nacional de Beisebol terminou nesse último domingo (02.12). Não faltaram lágrimas de alegria entre os integrantes do Anisa Unions para comemorar o título. O time formado por garotos de comunidade carente de Salvador escreveu um capítulo inédito no evento. É a primeira vez que um time nordestino é campeão do torneio. A vitória na final foi sobre o Araraquara Blackbirds por 6 a 5 nas penalidades.

Eles chegaram meio tímidos no 12º Torneio Nacional de Beisebol. Afinal, eles eram desconhecidos para muitos dos atletas dos outros times participantes. Mas, a cada jogo, os meninos que não conheciam beisebol há um ano e meio, foram mostrando que não estavam ali só para brincar. Com a alegria de quem estreava em uma competição nacional, foram também conquistando a simpatia dos outros competidores.

Campanha

O Anisa Unions começou enfrentando outro estreante no Nacional. E venceu o Foxes por 7 a 6. No segundo jogo, a vitória foi sobre o Latinos por 9 a 1. Assim, a equipe baiana se classificou em primeiro do grupo C. Na semifinal, uma partida equilibrada com o Vitória Vikings. Mas a superação veio por 8 a 7.

E a cada jogo, a torcida aumentava para os garotos.

A grande final

E foi assim que eles chegaram à grande decisão: promovendo outro feito nessa edição do Nacional: arquibancadas lotadas. Todos os times permaneceram no campo 2 do CT da Yakult para acompanhar a final. Acompanhar e torcer. O carisma dos meninos provocou até mesmo “ola” entre os atletas, agora, torcedores.

E na partida decisiva um contraste. A novidade dos atletas do Anisa Unions contra a experiência dos do Araraquara Blackbirds. O time paulista ainda contava com o reforço de Murilo Gouvêa (atleta de seleção brasileira, atual campeão da liga italiana) como técnico.

Foi o Anisa Unions, no entanto, que abriu o placar anotando duas corridas no segundo inning. O resultado permaneceu assim até o quinto, e, último inning do tempo normal. Foi quando valeu a experiência do Blackbirds para empatar a partida. A igualdade levou o jogo para as penalidades.

Começando no ataque, o Araraquara marcou três pontos. A pressão então mudou de lado. O Anisa precisava marcar ao menos três pontos para igualar. E assim o fez. Dessa forma, foi preciso abrir mais uma entrada. E nela, o Blackbirds passou em branco no bastão. Era então a chance baiana. Que não foi desperdiçada. Abusando de uma qualidade de seus atletas – a velocidade na corrida – Vitor Santos rebateu e Alessandro Miranda correu da terceira base e mergulhou na home plate para marcar o ponto da vitória.

Festa em campo e  fora dele

Invasão de campo da torcida. Lágrimas nos olhos dos meninos, do técnico japonês, Naoya Takae, e do apoiador do time, Koji Shimizu. Festa em campo. Com direito a levantamento do técnico e haka.

E a emoção que começou em campo continuou durante a noite. Horas depois, já de banho tomado, no refeitório do CT, as medalhas continuavam no peito dos meninos. “Nós vamos dormir com ela. Vamos amanhã para a escola com ela”, diziam eles.

Murilo Gôuvea e Bruno Silva, do Anisa Unions: presnete e futuro do beisbol no 12º Torneio Nacional de Beisebol

O pitcher do Anisa Unions, Bruno Silva, de apenas 16 anos, ainda levou mais um peso na mala: além do troféu de campeão e da medalha, os prêmios de melhor pitcher e melhor jogador do 12º Torneio Nacional de Beisebol.

E foi assim, que esse novo capítulo foi escrito no Torneio Nacional de Beisebol. A 12ª edição terminou. O que promete para 2019.

Mais fotos de todos os finais de semana do 12º Torneio Nacional de beisebol estão disponíveis no facebook do Travinha Esportes.

Reveja a final transmitida ao vivo:

 

Texto e foto: Nathália Ely/ Travinha Esportes

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *