Home Notícias Beisebol 11ª Liga Paulista de Beisebol iniciará em abril
0

11ª Liga Paulista de Beisebol iniciará em abril

11ª Liga Paulista de Beisebol iniciará em abril
0
0

Competição terá 23 times participantes

Dia quatro de abril. Essa é a data marcada para o início da 11ª edição da Liga Paulista de Beisebol (LPB). A competição desse ano envolverá 23 equipes divididas em quatro Conferências, ou seja, os grupos regionais nos quais será disputada a Primeira Fase. Capital, Sudeste, Centro-oeste e Nordeste começam as disputas simultaneamente.

“A expectativa sempre é muito positiva, visto que as equipes já nos procuram para participarem da Liga Paulista. O trabalho não é tão difícil, consiste apenas em montar as tabelas de jogos evitando conflitos com os calendários de cada equipe, divulgação dos resultados e aquisição de material para a premiação”, afirma o coordenador da Liga, Antonio Aceto.

Fórmula de disputa

As equipes participantes da Liga Paulista estão assim divididas.

Conferência 1-Capital (04 equipes)
– Caimanes
– FARMIME Astros
– IME-USP
– Tomateros

Conferência 2-Sudeste (07 equipes)
– Botucatu
– Campinas Rookies
– Engenharia UNICAMP
– ESALQ Bulldogs
– Medicina UNICAMP – Red Lions
– New Tatuí
– Nipo Piracicaba

Conferência 3-Centro Oste (06 equipes)
– Aliança
– Bastos
– Bauru
– Black River (São José do Rio Preto)
– Lins
– Medicina (Presidente) Prudente

Conferência 4-Nordeste (06 equipes)
– Black Birds Araraquara
– Federal UFSCar
– Guatapará
– Medicina Rio Preto
– Medicina USP Ribeirão Preto
– USP CAASO São Carlos

1ª fase

A 1ª Fase será classificatória, com nenhuma equipe sendo eliminada. Em cada Conferência, os times jogarão no sistema todos contra todos. Dependendo da quantidade de equipes na conferência pode ser jogado em turno e returno. Os jogos ocorrerão aos domingos no formato de triangulares. Todos estes jogos deverão ter sido concluídos até o dia 31 de agosto.

Sobre a não eliminação de equipes nessa primeira fase, Aceto explica:

“Isso dá uma condição de mais jogos possíveis paras as equipes novas, mesmo perdendo os jogos.”

2ª fase

Cada Conferência obtêm uma classificação interna que será utilizada para a divisão dos times em Chaves na 2ª Fase. Geralmente, os dois primeiros colocados de cada Conferência vão para a chave Ouro (há um critério de repescagem onde o melhor terceiro colocado poderá subir para a Chave Ouro).

A Chave Prata será formada pelos times que ficarem na terceira colocação em duas Conferências. Já Chave Bronze consiste das demais equipes que não se classificaram para as duas outras Chaves.

A 2ª Fase ocorrerá no sistema de eliminatórias em um fim de semana no CT Yakult, em Ibiúna/SP.

Crescendo e superando obstáculos

Para o coordenador, a Liga Paulista vem crescendo, sempre superando obstáculos. Como uma divisão ocorrida em 2013, quando times que caíram para a segunda divisão formaram uma nova liga, a Liga São Paulo de Beisebol (LSPB).

“Inicialmente pensamos que a LPB sofreria muito para se reestruturar, mas em vez disso ela só cresceu nestes últimos anos. Em 2017 tínhamos 24 equipes participantes e este ano o número é praticamente o mesmo, 23 equipes. Para crescer muito mais que isso, será necessário uma reestruturação, uma coordenação por região, e até mesmo patrocínio”, explica Aceto.

Conforme Aceto, a LPB é totalmente desvinculada de fins lucrativos. O valor arrecadado com a taxa de inscrição no valor de R$150,00 por equipe (anuais) é destinado para a aquisição de equipamentos que são retornados às equipes no formato de premiação.

Informações e inscrições

Para mais informações, os interessados podem entrar em contato com a coordenação pela Fanpage da Liga Paulista, pelo whatsapp (11) 98488-9521 ou pelo e-mail antonio.aceto@gmail.com.

 

Dois times seguem invictos na 2ª rodada do Campeonato Paulista de Beisebol

 

Reportagem: Marcus Von Groll/Travinha Esportes
Texto: Nathália Ely/Travinha Esportes
Arte: Divulgação/LPB

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *