Home Notícias Beisebol Torneio Nacional de Beisebol: Highlanders busca título em nova categoria
0

Torneio Nacional de Beisebol: Highlanders busca título em nova categoria

Torneio Nacional de Beisebol: Highlanders busca título em nova categoria
0
0

Depois de vencer a Iniciantes 2 no ano passado, esse ano participa da Amador

Uma nova categoria, um novo desafio. Assim vai ser o 11º Torneio Nacional de Beisebol para o Highlanders Baseball & Beer. A equipe que venceu a categoria Iniciantes 2 no ano passado disputa a Amador em 2017. Os jogos ocorrem neste final de semana (11 e 12.11) no Centro de Treinamento da Yakult em Ibiúna, São Paulo.

O título do ano passado veio logo cedo. Formada em 2014, mas só em 2016 estreando em competições, o 10º Torneio Nacional foi o terceiro campeonato do qual a Highlanders participou. O primeiro foi o Torneio Amador de Atibaia, no qual ficou em quarto lugar.

As boas colocações mostram que os ex-atletas e veteranos que compõem o time ainda são muito competitivos. A maioria dos jogadores do Highlanders são de Atibaia e Bragança Paulista no Interior do Estado de São Paulo. E se conhecem há um bom tempo.

Até por isso, a união e a amizade são as principais qualidades do time. A faixa etária do time também surpreende, como destaca o capitão Marcelo Omori (mais conhecido como Magali).

“Nossa equipe é bem unida. Antes de um time, somos amigos. A grande maioria já se conhece dos tempos de criança, afinal somos uma equipe de veteranos. A maioria ficou por quase 20 anos sem praticar o esporte, e temos atletas com mais de 50 anos de idade, sendo a grande maioria tendo em média de 40 anos.
Outra característica da equipe, é que estamos sempre tentando fazer novos amigos. Procuramos ter um bom relacionamento com todas as equipes contra quem jogamos”, explica.

Embalado

O Highlanders Baseball & Beer chega empolgado para disputar o 11º Torneio Nacional de Beisebol.Isso porque 2017 tem sido um ano de bons resultados. Foi vice-campeão do Segundo Torneio Amador de Atibaia e campeão da Liga de Desenvolvimento de Beisebol (LDB) na categoria Amador.

“Porém, não foi um ano fácil devido às contusões de muitos atletas, sendo que alguns ainda não puderam voltar a jogar”, lembra Magali.

Ele, que também é um dos administradores do time, ainda afirma que os jogos foram as principais preparações para o Nacional, visto que eles não conseguem reunir muitos integrantes para treinar.

Importante para o crescimento do beisebol

Participar do Torneio Nacional é muito importante para o Highlanders. Além da integração e amizade entre atletas, o Torneio dá a oportunidade para os atletas amadores jogarem em um campo profissional como o do CT da Yakult, além de enfrentar diferentes equipes do Brasil.

“Primeiramente, é mais uma oportunidade de fazer novos amigos conhecendo novas equipes, rever as equipes que já conhecemos e jogar beisebol.
E jogar beisebol no CT da Yakult é uma realização para qualquer atleta amador do nosso esporte.
O Torneio Nacional nos proporciona a oportunidade de jogar com equipes de outras regiões que seria praticamente impossível se não fosse esse torneio”, diz Magali.

Além disso, Magali, que também é auxiliar técnico e jogador do Highlanders, destaca a importância do Nacional para o beisebol em si. Além da unir em um mesmo lugar equipes de diferentes estados do Brasil, o torneio colabora na divulgação e no crescimento da modalidade.

“Além de reunir equipes de várias regiões do país, está dando uma oportunidade única para as equipes amadoras aparecerem e assim divulgarem esse esporte que tanto amamos.
Sei bem a dificuldade que equipes amadoras passam no Brasil, ainda mais em um esporte não muito comum entre os brasileiros, e com o pouco apoio que temos. Assim sendo o Torneio Nacional acaba, de uma certa forma, incentivando o crescimento do esporte”, acredita.

O Torneio também é uma oportunidade de veteranos jogarem e amadores realizarem o sonho de jogar no CT da Yakult.

“Esse tipo de Torneio dá a oportunidade de ‘Atletas’ como nós ainda poderem praticar esse esporte.
Para muitas equipes e jogadores, jogar no CT do Yakult em Ibiúna é um sonho que o Torneio Nacional, com toda a sua organização, acaba proporcionando a todos nós”.

Magali não esquece de destacar também o papel fundamental das transmissões ao vivo pela Travinha TV.

“Não podemos nos esquecer das transmissões realizadas pela equipe do Travinha Esportes.Pois através dela, amigos e familiares podem, à distância, acompanhar as equipes durante as partidas”, finaliza.

11º Torneio Nacional de Beisebol 2017

Ao total, a competição será realizada em quatro finais de semanas, divididos por categorias.

No primeiro final de semana (28 e 29.10) foram as disputas da Amador Avançado. Nos dias 11 e 12 de novembro será a vez da Amador. A categoria Iniciante 1 compete nos dias 25 e 26 de novembro.

Para encerrar a competição, nos dias 02 e 03 de dezembro, a Iniciantes 2.

Serão cerca de 121 jogos, sendo 40 transmitidos pela Travinha TV.

TRAVINHA TV TRANSMITIRÁ AO VIVO PELO 7º ANO CONSECUTIVO pelo link: www.travinha.com.br/aovivo

Reveja o Highlaners conquistando o título do 10º Torneio Nacional de Beisebol na categoria Iniciantes em 2016.

Torneio Nacional de Beisebol: Recife Mariners é o Pernambuco na categoria Amador

Torneio Nacional de Beisebol: Korea participa pela segunda vez

Torneio Nacional de Beisebol: Lins aposta na união da experiência com os novos

Torneio Nacional de Beisebol: Anisa Troopers dissemina o beisebol na Bahia

Reportagem: Marcus Von Groll/Travinha Esportes
Texto: Nathália Ely/Travinha Esporte
Foto: Divulgação/Highlanders

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

− 1 = 9