Home Notícias Futebol Associação Gaúcha de Futebol Feminino lança programa para desenvolver a modalidade
0

Associação Gaúcha de Futebol Feminino lança programa para desenvolver a modalidade

Associação Gaúcha de Futebol Feminino lança programa para desenvolver a modalidade
0
0

A Associação Gaúcha de Futebol Feminino (AGFF) anunciou, nessa segunda-feira (26.09), um conjunto de ações que visa a desenvolver a modalidade no Rio Grande do Sul.  Centrado em quatro eixos, o plano prevê todo o suporte técnico da AGFF, sempre com o apoio da Federação Gaúcha de Futebol (FGF). A intenção é colocar o futebol feminino em um novo patamar, com um caráter profissional.

“Esse é um dos objetivos, é um desafio, de tornar esse esporte profissional. Só que isso passa primeiro por um desejo dos clubes de correr esse risco. Porque um clube entende que para investir no futebol feminino precisa ter categoria de base e comissões técnicas necessárias para essas categorias e ter outro centro de treinamento. Então consideramos que é necessário criar clubes específicos de futebol feminino, formar diretorias específicas para tornar esse esporte realmente vantajoso”, destacou o presidente da Associação, Carlos Alberto de Souza, o professor Neco.

O novo planejamento pode ser executado a partir de um acerto com um grupo de investimentos formado por 26 empresas (ainda não anunciadas). Conforme o presidente, o contrato assinado para esse projeto tem duração de 30 meses e “o valor ultrapassa os dois milhões de reais”, confirma Neco.

Entre as tarefas a serem executadas, está a formação da Seleção Gaúcha de Futebol Feminino, que disputará o Campeonato Brasileiro de 2017 na vaga alcançada pelo clube Brasil de Pelotas (acordo já executado com o time). Por ser um campeonato com transmissão pela televisão e com apelo midiático, Neco acredita que isso deva incentivar a participação das meninas na modalidade.

Com a primeira convocação marcada já pra o dia oito de outubro, a Seleção será treinada pela ex-jogadora e técnica bicampeã estadual, Patrícia Gusmão.

“Daremos o pontapé inicial nesse projeto que é pioneiro no Brasil para fazer que essa modalidade cresça no país e incentive essas meninas que já vem batalhando há bastante tempo”, confirma a técnica Patrícia.

No dia oito, as meninas que desejarem integrar o selecionado gaúcho, principalmente as que disputam o Campeonato Estadual, terão um dia de avaliações físicas – com preparador físico, com fisioterapeuta e com médico – e técnicas. A intenção é selecionar as melhores para representar o estado.

Os treinamentos ocorrerão em quatro períodos nos finais de semana, sendo dois turnos no sábado e dois no domingo.

A qualificação do Campeonato Gaúcho de categorias de base (sub 15 e sub 17) e adulto, a implantação de dez centros de treinamentos em cidades pólos – ainda em estudo e a serem definidas- para a formação e fomento do esporte no interior que atenderão meninas de sete a 13 anos por meio de convênio entre a AGFF e entidades parceiras, e a realização da Copa Cone Sul de seleções que deve ocorrer em Santo Ângelo nos meses de novembro de 2017 e 2018 são os outros três eixos de atuação do planejamento.

O novo plano pretende possibilitar que o futebol feminino também se torne um produto de retorno para bons investimentos.

“O maior desafio é tornar esse esporte reconhecido e digno de investimento”, completou o presidente.


Texto e foto:
Nathália Ely/Travinha Esportes

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *