Home História dos Esportes Outros Oficiais Triathlon História e Regras do Triathlon
0

História e Regras do Triathlon

História e Regras do Triathlon
0
0

História

O triathlon (triatlo em português) é um esporte composto por três modalidades: natação, ciclismo e corrida. O atleta tem de nadar, pedalar e depois correr.

Jack Johnstone (esquerda), o criador do Triathlon

Esta modalidade esportiva surgiu em meados de 1970, em San Diego, na Califórnia (Estados Unidos). Tudo começou quando Jack Johnstone, um ex-nadador universitário, procurou uma atividade que poderia mantê-lo em forma e alimentar suas ambições competitivas. Ele e um amigo elaboraram uma competição de 18,06 quilômetros de extensão: 460 metros de natação, 8 quilômetros de ciclismo e uma corrida de 9,6 quilômetros.

Logo, o esporte ganhou projeção dentro da marinha americana.  O triathlon era então praticado como um exercício de aperfeiçoamento militar. Aliás, foi um integrante da marinha, conhecido como John Collins, que sugeriu uma prova como desafio.

Gordan Haller

No dia 18 de fevereiro de 1978, o desafio foi levado a sério por 15 pessoas e esse evento foi considerado a primeira competição oficial, batizada de Ironman, no Havaí. O vencedor foi Gordan Haller, que completou o percurso em 11 horas e 46 minutos. Segundo os historiadores, dos 15 atletas, 12 completaram a prova.

Em 1989 foi fundada a União Internacional de Triathlon, na França, que passou a regulamentar o esporte. A entidade definiu que a competição oficial teria 1,5 quilômetros de natação, 40 quilômetros de ciclismo e 10 quilômetros de corridas. Na história da modalidade, Paula Newby-Fraser, do Zimbábue, com oito títulos de Ironmans do Havaí, é considera a melhor triatleta do mundo.

2000 – Olimpíadas de Sydney (Austrália)

O triathlon passou a ser esporte olímpico em 2000, em Sydney (Austrália), após sofrer algumas modificações estabelecidas pela União Internacional de Triathlon. As alterações foram na dinâmica da prova e a exposição de logo-marcas de patrocinadores nos uniformes dos atletas.

No Brasil, o primeiro o Ironman foi realizado no Rio de Janeiro, em 1987. Já o primeiro Meio Ironman, etapa classificatória para o Ironman do Havaí, foi disputado em Porto Seguro, na Bahia, em 1991. A modalidade é controlada no país pela CBTri (Confederação Brasileira de Triathlon).

Falando em Brasil… A brasileira Sandra Soldan (foto acima) tem a melhor colocação do País em Olimpíadas, o décimo primeiro lugar em Sydney.

 

 

Regras

Na prova, existe a largada, a chegada e a área de transição, que são realiazadas no mesmo lugar. Entretanto, dependendo da competição, a saída e chegada podem ocorrer em lugares diferentes, com duas áreas de transição.

Pode-se considerar a área de transição como um “vestiário”. Esse lugar serve para os competidores colocarem a roupa necessária a cada modalidade. A área é delimitada antes de começar a competição e é proibido invadir o espaço do outro competidor.

 

 

Natação (a largada)

Os competidores largam todos ao mesmo tempo e o percurso é delimitado por bóias que ficam no mar. O competidor pode praticar qualquer estilo para se mover na água.

O atleta que atrapalhar o seu oponente durante a natação pagará uma punição de 30 segundos. Ele ficará retido antes de começar o ciclismo.  O interessante é que esse mesmo atleta, que pegou a punição, pode receber cartão amarelo, ou até mesmo o vermelho.

 

 

Ciclismo

Não há largada. Os atletas saem de acordo com a ordem que chegarem da natação. E o competidor tem que cuidar para não colocar os pés no chão durante a prova, é proibido.

 

 

Corrida (a chegada)

Também não tem largada. Ou seja, os atletas saem de acordo com a ordem que chegarem do ciclismo. Os competidores não podem correr descalço, com a touca, os óculos de natação ou sem camisa apropriada (nem com o dorso nu).

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
– LIVRO: Almanaque dos Esportes, Editora Europa, 2009.
– LIVRO: Universo Olímpico: uma enciclopédia das Olimpíadas / Eduardo Colli. São Paulo: Códex, 2004.
– SITE: San Diego Triathlon http://sandiego.triathlon.org/news/article/right_time_right_place2/

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

− 1 = 8