Home Notícias Notícias Paralímpicos: Atletas brasileiros estreiam com hino nacional no estádio Olímpico de Londres
0

Paralímpicos: Atletas brasileiros estreiam com hino nacional no estádio Olímpico de Londres

Paralímpicos: Atletas brasileiros estreiam com hino nacional no estádio Olímpico de Londres
0
0
Por AI CPB – Foto: Divulgação

O Hino Nacional Brasileiro tocou pela primeira vez no Estádio Olímpico de Londres. No Evento Teste do atletismo paralímpico, Terezinha Guilhermina, Yohansson Nascimento, Lucas Prado e Daniel Mendes venceram suas provas e aprovaram a qualidade da instalação e organização do evento. O Brasil ganhou também no revezamento 4×100 T11-T13.

“O piso é ótimo, super rápido. Promessa de bons tempos durante os Jogos Paralímpicos”, comemorou a cega mais rápida do mundo, Terezinha Guilhermina, que venceu as provas de 100m e 200m nesta terça-feira competindo na classe T12 (baixa visão) e não na sua categoria oficial T11 (cegos).

“Foi bom ter feito as duas distâncias, pois assim pude testar também como é a curva da pista. Estou muito feliz com os resultados e com a experiência de estar aqui antes dos Jogos”, disse a atleta.

Para o chefe da missão brasileira nos Jogos Paralímpicos Londres 2012, Edilson Rocha Tubiba, a organização em setembro será perfeita.

“Embora ainda haja algumas coisas para ajustar até os Jogos, certamente os ingleses farão uma competição impecável. A estrutura para atletas e delegações é a melhor possível e a qualidade dos equipamentos de competição também”, comenta o dirigente.

O Brasil participou do Evento Teste com 12 atletas, com sete vitórias, duas pratas e sete terceiros lugares: Terezinha Guilhermina (ouro nos 100m e 200m T12), Jerusa Santos (bronze nos 100m e 200m T12), Daniel Mendes (ouro nos 200m e prata nos 100m T11), Lucas Prado (ouro nos 100m T11 e prata nos 200m T11), Felipe Gomes (bronze nos 100m T11), ouro no revezamento 4×100 T11-T13 (Diogo Jerônimo, Thierb Siqueira, Daniel Mendes e Lucas Prado) Yohansson Nascimento (ouro nos 100m e 400m T46), Edson Pinheiro (bronze nos 100m e 200m T38), Jennifer Santos (bronze nos 100m e 200m T38).

No salto em distância, com disputa em categorias mistas, Sheila Finder (F46) ficou em quinto,  mesma colocação de Diogo Jerônimo (F13). Já Claudiney dos Santos, no arremesso de peso (F57), terminou em sexto lugar.

“É muito importante para nossos atletas essa experiência no Evento Teste. Temos alguns dos principais atletas aqui e a opinião deles sobre a estrutura, sobre a pista, será válida para o resto da equipe. Eles estão sentindo tudo, estão conhecendo todos os caminhos e ambientes do Estádio Olímpico”, diz o técnico chefe da equipe paralímpica de Atletismo do Brasil, Ciro Winckler.

O chefe da missão brasileira, Edilson Rocha Tubiba, segue agora para Manchester, onde acertará os últimos detalhes da aclimatação brasileira para os Jogos Paralímpicos. O Brasil levará 185 atletas para a fase de preparação a partir de 12 de agosto. Na pauta dessa semana há encontros com a prefeitura de Manchester, com os responsáveis pela produção na cidade e com o hotel onde a delegação se hospedará.

“Estamos levando nutricionista e cozinheiro para finalizar o cardápio para nossa equipe e vamos ajustar também a questão dos voluntários que usaremos durante o período”, explica Tubiba.

A seleção brasileira continua na Europa até o dia 22 de maio para participar do Meeting for Disable of Seine Saint-Denis, na França, e da Copa do Mundo de Manchester. Para o evento francês a equipe será a mesma do evento teste, acrescida de Antônio Delfino, Alan Fonteles, Jonathan de Souza, Paulo Douglas de Souza, André Luiz de Oliveira, Ariosvaldo Fernandes e Shirlene Coelho. Em Manchester participam apenas Terezinha Guilhermina, Yohansson Nascimento, Ariosvaldo Silva e Claudiney dos Santos.

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 1 =