0

História do Taekwondo

História do Taekwondo
0
0

A origem do Taekwondo

O Taekwondo (que traduzindo significa “caminho dos pés e das mãos”) surgiu na Coreia há aproximadamente 2 mil anos. É a arte marcial mais antiga e que influenciou o surgimento de outras, segundo alguns documentos históricos e gravuras em túmulos e paredes de templos encontrados nesse país.

A Coreia, no ano de 670 a.C. era dividida em três reinos: Silla, Koguryo e Baek Je. Silla era a menor das três dinastias e era constantemente invadida e saqueada pelos vizinhos. Durante o reinado de Chin Heung, os jovens aristocratas e os militares formaram um grupo que foi chamado de Hwarang-do. Para os combates, eles treinavam com lanças, arco e flecha, espada e também praticavam muito a disciplina mental, desenvolvendo várias formas de lutas com os pés e as mãos, como o soo-bak e o taekyon (antigas artes marciais coreana que originaram o Taekwondo).

Pelo estudo da história de Koryo (dinastia entre os anos de 935 e 1392), pode-se afirmar que o Taekwondo, então chamado de soo-bak, era praticado não somente como ginástica e esporte, mas também como arte marcial de alto valor.

Viajando um pouco mais no tempo e entrando já no século XX, é importante ressaltar que o Japão teve domínio sob a Coreia durante 36 anos. Tanto é que em 1905, o Karate foi introduzido na Coreia através de um tratado que concedia ao Japão os direitos diplomáticos da Coreia. Este foi um período em que o Taekyon foi proibido para os coreanos, mas claro, nunca deixou de ser praticado de maneira clandestina.

Somente quando os japoneses foram derrotados na Segunda Guerra Mundial, em 1945, os coreanos voltaram a treinar o Taekyon abertamente. Dez anos mais tarde, já com a Coreia dividida, graças ao general Choi Hong Hi (foto acima), fundador do estilo Oh Do Kwan, reuniu esforços e, após diversas dissidências, conseguiu, em 11 de abril de 1955, a união das diversas escolas e estilos que existiam na Coreia sob o nome de Taekwondo.

Em 22 de março de 1966, foi fundada pelo general Choi, na Coreia do Sul, a International Taekwon-do Federation (I.T.F.), que enviou professores pelo mundo para a divulgação da luta e elaborou 24 novos katas (conhecidos como Hyong ou Tul), técnicas e regras específicas, resgatando os chutes, muito valorizados no Taekyon (estilo CHANG HUN), que mantém as posturas marciais de combate.

Já na década de 1970, problemas políticos obrigaram o general Choi a se exilar, levando consigo a sua federação para o Canadá, o que gerou a formação da WTF (World Taekwondo Federation – Federação Mundial de Taekwondo), em 28 de maio de 1973, que passou a subsidiar mestres, formando um instrumento marcial controlado pelo governo coreano (estilo Kukkiwon), elaborano novas formas (Palgwe e Poom-se) com ênfase em competições olímpicas.

Em 1980, o Taekwondo conseguiu tornar-se uma modalidade oficial de competição pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), sendo incluído nos Jogos Pan-Americanos e Jogos Sul-Americanos. Devido a grande divulgação e sucesso da arte, após participar como modalidade demonstrativa nos Jogos Olímpicos de Seul em 1988 e Barcelona em 1992, foi incluída em definitivo a partir das Olimpíadas de Sydney, na Austrália, em 2000, e de lá pra cá é a arte marcial mais praticado no mundo.

 

 

 

A chegada do Taekwondo ao Brasil

O Taekwondo foi trazido ao Brasil no ano de 1970, na cidade de São Paulo, através do grão mestre Sang Min Cho (foto acima), enviado oficialmente pela International Taekwondo Federation. Mais tarde vieram os mestres Sang Min Kim, Gun Mo Bang, Kum Joon Kwon, Woo Jae Lee, Kwang Soo Shin, Hee Song Kim, Chang Seun Lim, Soon Myong Choi, Ju Yol Oh, Te Bo Lee, Hong Soon Kang, Sung Jang Hong, entre outros, que também proporcionaram um desenvolvimento maior da arte no Brasil.

Em março de 1972, o grão mestre Woo Jae Lee introduziu o Taekwondo na cidade do Rio de Janeiro e em 19 de janeiro de 1973, promoveu a 1ª Competição de Taekwondo no Brasil que foi o Campeonato Carioca. Neste mesmo ano, em julho, realiza-se em São Paulo o 1º Campeonato Brasileiro de Taekwondo, no Ginásio do Pacaembu.

Em 1974, com o sucesso da arte marcial aqui no Brasil, o Taekwondo foi reconhecido como esporte brasileiro pelo Conselho Nacional de Desportes (C.N.D.) sendo criada a Associação Brasileira de Taekwondo (A.B.T.) e sua vinculação ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Com a reforma estatutária, a A.B.T. passou a ser a Confederação Brasileira de Taekwondo (C.B.T.K.D.), presidida pelo grão mestre Young Min Kim que é a principal entidade da modalidade no Brasil até hoje.

 

 

 

Os estilos (Kwans) do Taekwondo

O Taekwondo é um esporte nacional coreano, obrigatório nas escolas e em exercícios militares, sendo também a arte marcial com o maior número de adeptos do mundo. Atualmente, esta arte marcial possui cerca de vinte estilos diferentes que ao longo dos anos foram se subdividindo.

Os principais estilos do Taekwondo são: Chung Do Kwan, Moo Duk Kwan, Yun Moo Kwan, Chang Moo Kwan, Song Moo Kwan, Oh Do Kwan e Ji do Kwan. Logo abaixo, mostraremos quem e quando criaram cada um destes estilos. Apenas para destacar que todos os estilos possuem a palavra Kwan, que traduzindo, significa família, casarão.

 

Chung Do Wan

Este foi o primeiro estilo criado pelo mestre Won Kuk Lee (foto acima), em 1944. Tem ligações diretas com o Karate Shotokan, de Gichin Funakoshi e foi um estilo que ajudou na evolução do Taekwondo.

 

 

Moo Duk Kwan

Este estilo foi criado pelo mestre Hwang Kee (foto acima), em 1945 e é o segundo estilo de Taekwondo mais antigo.

 

 

Yun Moo Kwan

Este estilo, também denominado de Chi Doo Kwan, foi criado em 1945, pelo mestre Chun Sang Sup (foto acima).

 

 

Chang Moo Kwan

O Chang Moo Kwan foi criado pelo mestre Byung In Yoon (foto acima), em 1946.

 

 

Song Moo Kwan

O Song Moo Kwan foi criado pelo mestre Byung Jick Ro (foto acima), em 1952.

 

 

Oh Do Kwan

Este estilo foi criado pelo mestre Nam Tae Hi e Choi Hong Hi (foto acima), em 1953.

 

 

Ji Do Kwan

O Ji Do Kwan foi criado em 1953, pelo mestre Chun Sang Sup, que sabia judô e karate, sendo posteriormente liderada pelos mestres Kwe Byung Yoon (foto acima) e Chong Woo Lee.

 

 

 

Principais Federações Mundiais

Abaixo, mostraremos as federações e organizações mais importantes do mundo com seus respectivos logos.

 

International Taekwon-do Federation

 

 

World Taekwondo Federation

 

 

Kukkiwon – World Taekwondo Headquarters

 

 

Songahm Taekwondo Federation

 

 

Global Taekwon-do Federation

 

 

Unified Taekwon-do International

 

 

Confederação Brasileira de Taekwondo

 

 

The Korea Taekwondo Association

 

 

 

Principais competições no Brasil e no mundo

As principais competições no Brasil são: Campeonato Brasileiro, Campeonato Brasileiro Interclubes, Copa do Brasil, Grand Slam Brasil (Seletiva Nacional) e os Campeonatos Estaduais.

Já em nível mundial, as principais competições são: Campeonato Mundial, Jogos Olímpicos e Jogos Pan-americanos.

 

 

 

O melhor de todos os tempos

O sul-coreano Kook Hyen Jeong (foto acima) é considerado o melhor atleta de Taekwondo de todos os tempos. Até hoje ele é o único tetracampeão mundial (1982, 83, 85 e 87) e também conquistou o primeiro lugar nos Jogos Olímpicos de Seul, em 1988, quando o Taekwondo ainda não era uma modalidade olímpica e por isso ele não possui medalha das Olimpíadas.

 

 

 

Principais atletas do Brasil e do mundo na atualidade

No Brasil a principal atleta de Taekwondo na categoria feminino é Natália Falavigna (foto acima), que é uma das maiores e mais vitoriosas lutadoras de artes marciais do mundo, e é a brasileira com maior número de medalhas internacionais da modalidade em toda a história.

No masculino, os lutadores de destaque do Brasil são Diogo Silva (foto acima), campeão Pan-americano de 2007 e campeão mundial universitário em 2009 e Márcio Wenceslau.

No mundo, os lutadores de destaque são Cha Dong-Ming (foto acima), da Coréia do Sul, Hadji Sayed Bonehkohal, do Irã, e a lutadora Maria Espinoza, do México.

 

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
– LIVRO: História dos esportes / Orlando Duarte. – 4ª ed. – São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2004.
– LIVRO: Taekwondo – A arte coreana: do domínio à glória / Henrique Corrêa Lopes. Bauru, SP: Canal6, 2009.
– LIVRO: Almanaque dos Esportes / [coordenador Paulo Basso Jr.]. – São Paulo: Editora Europa, 2009.
– LIVRO: Fique por dentro – esportes olímpicos / Benedito Turco. – Rio de Janeiro: Casa da Palavra: COB, 2006.
– SITE: Confederação Brasileira de Taekwondo – http://www.cbtkd.com.br/
– SITE: Federação Internacional de Taekwondo – http://www.wtf.org/
– SITE: Associação coreana de Taekwondo – http://www.koreataekwondo.org/english/english.htm
– SITE: União Européia de Taekwondo – http://www.mudokwan.at/index.php?id=445
– SITE: USA Taekwondo – http://usa-taekwondo.us/

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

83 − 73 =