0

Histórias e Regras do Krav Maga

Histórias e Regras do Krav Maga
0
0

Um pouco da história do Krav Maga

No início da década de 1940, através de Imi Lichtenfeld (foto acima), em Israel, um pouco antes da independência deste país, surgia o Krav Maga.

Tendo como berço os movimentos de resistência de judeus da Europa durante a Segunda Guerra Mundial, o Krav Maga se desenvolveu e amadureceu em Israel, onde era utilizado pelos grupos de defesa que existiam por lá.

Com a independência de Israel, em 1948, a luta acabou tornando-se uma filosofia de defesa adotada pelo Tzahal (exército israelense), serviço militar, polícia e serviço secreto.

No início, o Krav Maga era restrito apenas à elite militar, porém, a partir de 1964, foi liberado o ensino da luta aos militares em geral e a população civil de Israel. Foi a partir daí que Imi Lichtenfeld, o criador do Krav Maga, preocupado com a divulgação da luta para o mundo, selecionou um pequeno grupo, do qual, foram treinados e preparados para este objetivo.

No ano de 1987, o Krav Maga teve liberada a sua saída de Israel para o mundo. Países como os Estados Unidos, Inglaterra e França foram os primeiros a solicitarem cursos que acabaram tendo grande sucesso e aceitação entre os praticantes.

Kobi Lichtenstein, o Mestre Kobi (foto acima), era um dos faixas pretas do pequeno grupo formado por Imi Lichtenfeld e que veio para o Brasil divulgar a arte. É ele o responsável pela introdução da luta no nosso país e único representante do Krav Maga na América do Sul.

Atualmente, o Krav Maga vem crescendo no Brasil com diversas academias em quase todos os estados do país para civis e militares. Apesar de não haver campeonatos de Krav Maga e não ser considerado bem um esporte, muitas pessoas estão praticando esta luta aproveitando tudo o que ela oferece: defesa pessoal e exercício físico para manter a forma.

 

 

 

Conhecendo o Krav Maga

O Krav Maga é a única luta reconhecida mundialmente como arte de defesa pessoal e não como arte marcial. Não existem regras ou competições, já que sua técnica visa à defesa em situações de perigo real.

Com origem militar, o Krav Maga visa impedir que o ataque atinja o alvo e ao mesmo tempo simplifica e aumenta a força dos movimentos do contra-ataque. O movimento de cada golpe acaba funcionando como uma mola contida que é liberada, ou seja, a velocidade não vai aumentando durante o percurso, ela já sai com velocidade máxima, o que podemos chamar de força de explosão.

Os golpes do Krav Maga visam atingir pontos sensíveis do corpo, igualando qualquer adversário, independentemente da sua força física.

Como em qualquer luta, o Krav Maga também possui um sistema de graduação por cores de faixas, como acontece no judô e outras lutas. Para cada graduação são ensinados diferentes exercícios com níveis gradativos de dificuldade. Como mostra a imagem acima, as faixas da graduação do Krav Maga são: amarela, laranja, verde, azul, marrom, preta (1º ao 5º dan), branca/vermelha (6º ao 9º dan) e vermelha (10º dan).

Existem dois tipos de cursos de Krav Maga: um para os civis (população em geral) e o outro para os militares (foto acima). No curso para militares, não há uma graduação de faixas, mas sim a divisão por módulos, que são específicos para cada tipo de trabalho.

Portanto, o Krav Maga é uma luta de defesa pessoal simples, rápida, objetiva e acessível a qualquer pessoa que queira aprender a se defender e ao mesmo tempo colocar o corpo em forma. Para saber onde encontrar academias de Krav Maga acesse o site da Federação Sul Americana de Krava Maga – http://www.kravmaga.com.br/.

 

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
– SITE: Federação Sul Americana de Krav Maga – http://www.kravmaga.com.br/
– SITE: Federação Internacional de Krav Maga – http://www.krav-maga.com/

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 − 6 =