Origem e História da FIFA

Origem e História da FIFA
0
0

A fundação da FIFA

Em 21 de maio de 1904, dirigentes de sete países como a Bélgica, Dinamarca, Espanha, França, Holanda, Suécia e Suíça, se reuniram em Paris, na França, e fundaram a Fédération Internationale of Football Association (Federação Internacional das Associações de Futebol), entidade que é conhecida até hoje pela sigla FIFA.

A referência ao “Football Association” é pelo fato de que na época da fundação da FIFA existiam duas vertentes do futebol. Um era controlada pela Football Association e outra era controlada pela Rugby Football Union, atualmente conhecida somente por rugby.

A FIFA foi criada justamente pelo desejo de quatro amigos que ambicionavam um torneio aberto de futebol entre os países. Estes quatro amigos eram o advogado Robert Guérin (foto acima), o banqueiro holandês C. A. W. Hirschman, o industrial gráfico francês Henry Delaunay e o editor francês Jules Rimet.

Guérin foi eleito em 22 de maio de 1904 o primeiro presidente da história da FIFA.

 

 

 

O crescimento da FIFA até os dias atuais

A ideia de criar uma grande competição entre os países foi realizada pela FIFA em 1906, na Suíça, porém, esta tentativa não deu certo. Como nos Jogos Olímpicos só podiam ser disputados por atletas amadores, as competições que envolviam equipes profissionais começaram a aparecer. Com isso, em 1908, foi realizado em Turim, na Itália, o Torneo Internazionale Stampa Sportiva. No ano seguinte, Thomas Lipton organizou o Troféu Sir Thomas Lipton (foto abaixo), também realizado em Turim. Ambas as competições foram disputadas por clubes de países diferentes e, por não terem sido realizadas com seleções, estas competições não são consideradas antecessores diretos da Copa do Mundo.

A FIFA teve somente até 1909, ou seja, cinco anos depois de ter sido criada, associações européias como filiadas. Os primeiros membros de outros países a se juntarem à entidade foram a África do Sul em 1909, Argentina e Chile em 1912 e os Estados Unidos em 1913. Com isso, o caminho foi aberto para a plena expansão do futebol mundial.

Já no ano de 1914, a FIFA reconheceu as competições de futebol dos Jogos Olímpicos como Campeonatos Mundiais de Futebol Amador passando ela a ser responsável pela organização do evento. Com isso, houve em 1920, nos Jogos Olímpicos da Antuérpia, na Bélgica, a oficialização do futebol em uma Olimpíada, já que em 1908, nos Jogos de Londres e 1912, nos Jogos de Estocolmo, na Suécia, o futebol era apenas um esporte de exibição. Em 1920, a Bélgica era a primeira campeã olímpica.

Em 1924, nos Jogos Olímpicos de Paris (foto acima), na França, a competição de futebol apresentou 24 equipes e foi um grande sucesso. Na final, com um público de 60 mil espectadores, o Uruguai sagrou-se campeão olímpico vencendo a Suécia pelo placar de 3 a 0.

Em 1928, nos Jogos Olímpicos de Amsterdã (foto acima), na Holanda, o Uruguai novamente conquistava a medalha de ouro, sagrando-se bicampeão olímpico, desta vez, vencendo a Argentina na final.

Após a realização dos Jogos Olímpicos de 1928, devido ao sucesso que o futebol já imperava entre o público, a FIFA decidiu criar uma competição própria. Começava então o processo para a realização da Copa do Mundo de Futebol.

Em 1930, foi escolhida como país sede da realização da Copa do Mundo, o Uruguai, pelo simples fato de ser o atual bicampeão olímpico da época. Entrava no ar o maior espetáculo do mundo esportivo.

A partir daí, com o passar das décadas, a FIFA ficou cada vez maior e independente. Mesmo com a Segunda Guerra Mundial, juntaram-se a ela, dezenas de países ao longo dos anos. A Copa do Mundo de Futebol foi ganhando cada vez mais importância, principalmente com a ajuda da televisão.

Por volta de década de 1970, a FIFA sofria uma importante mudança que contribui e muito para o crescimento do futebol. Ela deixou de ser apenas uma organização que vivia a custa do dinheiro ganho nos Campeonatos Mundiais e transformou-se numa verdadeira empresa.

Para ser ter uma ideia, até a década de 1970, trabalhavam apenas 12 pessoas na sede da FIFA. Este número aumentou significativamente nos dias de hoje para mais de 120 pessoas, ou seja, teve um crescimento dez vezes mais em 40 anos.

Localizada em Zurique, na Suíça, a FIFA possui ao todo, 210 países e/ou territórios filiados a ela.

Com este número, a FIFA é a instituição internacional que possui a maior quantidade de associados, inclusive superando em números a ONU que possui 192 países como membros.

 

 

 

Os presidentes

Abaixo, veja quem foram os presidentes que passaram pela FIFA, desde sua fundação, em 1904.

 

Robert Guérin – 1904 a 1906

O francês Robert Guérin foi um dos personagens importantes na fundação da FIFA em 1904. Jornalista do jornal Lê Matin, Guérin envolveu-se no futebol através de seu papel como secretário do Departamento de Futebol da Union dês Sociétés Français de Sports Athletiques.

Foi eleito presidente da FIFA em 22 de maio de 1904, quando tinha 28 anos permanecendo no cargo por dois anos.

Robert Guérin morreu em 1952, aos 76 anos.

 

 

Daniel Burley Woolfall – 1906 a 1918

O inglês Daniel Burley Woolfall, era um administrador da FA (Football Association) de Blackburn. Foi eleito presidente da FIFA em 04 de junho de 1906.

Como grande destaque, Woolfall foi o responsável em seu mandato, por padronizar as regras do futebol internacionalmente.

Woolfall terminou seu mandato devido a sua morte em agosto de 1918, aos 42 anos.

 

 

Jules Rimet – 1921 a 1954

O francês Jules Rimet, quando foi homenageado, em 1946, com o seu nome na Taça da Copa do Mundo no aniversário que comemorava os 25 anos frente à presidência da FIFA, teve reconhecido, e com méritos, o trabalho realizado por ele durante 33 anos neste cargo da maior entidade do futebol.

Com o objetivo principal de aproximar as nações através do esporte, foi Rimet, o principal personagem da realização da primeira Copa do Mundo, em 1930, no Uruguai, além de ser ele um dos fundadores da FIFA.

Foi responsável também por supervisionar os primeiros cinco torneios antes de entregar o troféu que levava o seu nome para a Alemanha Ocidental, em junho de 1954, ao capitão campeão Fritz Walter. Neste mesmo mês, aos 81 anos de idade, Jules Rimet terminou o seu mandato que teve um longo reinado de sucesso e realizações para o futebol.

Com Rimet na presidência da FIFA, a entidade cresceu de 25 para 85 países filiados.

Jules Rimet foi o primeiro presidente honorário da FIFA. Acabou falecendo em 1956, aos 83 anos de idade.

 

 

Rodolphe William Seeldrayers – 1954 a 1955

O advogado da cidade de Bruxelas, na Bélgica, Rodolphe William Seeldrayers, foi o responsável por ajudar a fundar a Associação Belga de Futebol e serviu o Comitê Olímpico Internacional.

Na FIFA, ele exerceu as funções de vice-presidente de Jules Rimet durante 27 anos e como presidente supervisionou a Copa do Mundo de 1954 e também as celebrações de 50 anos de existência da FIFA.

Morreu exercendo o cargo em 07 de outubro de 1955, aos 79 anos.

 

 

Arthur Drewry – 1955 a 1961

O inglês Arthur Drewry serviu como chefe interino da FIFA durante seis meses após a morte de Rodolphe Willian Seeldrayers, tornou-se presidente em junho de 1956 e supervisionou a Copa do Mundo de 1958, na Suécia.

Drewry morreu em 1961, aos 70 anos.

 

 

Sir Stanley Rous – 1961 a 1974

O inglês Sir Stanley Rous antes de assumir a presidência da FIFA, foi árbitro de futebol apitando mais de 36 jogos internacionais em Copas do Mundo. Foi eleito presidente da FIFA em setembro de 1961 e durante o seu mandato, a Copa do Mundo tornou-se um espetáculo televisivo em todo o mundo ao vivo e a cores a partir da década de 1970, no México. Quatro anos antes, foi testemunha do triunfo da seleção inglesa, na Copa da Inglaterra, em 1966.

Sir Stanley Rous morreu em 1986, aos 91 anos.

 

 

João Havelange – 1974-1998

Eleito presidente da FIFA, em 1974, o brasileiro João Havelange permaneceu no cargo até 1998. Organizou seis Copas do Mundo, visitou mais de 186 países e trouxe a China, desligada por mais de 25 anos por razões políticas, de volta à FIFA.

Foi eleito o segundo presidente de honra da história da FIFA antes de deixar o cargo em 1998.

 

 

Joseph Blatter – Presidente desde 1998

Sucessor do brasileiro João Havelange, o suíço, Joseph Blatter, assumiu a presidência da FIFA em 08 de junho de 1998. É um dos principais responsáveis pelo desenvolvimento do Futebol nesta última década. Além do futebol de campo, introduziu competições no Beach Soccer e no Futsal.

 

 

 

As confederações de futebol

São seis as confederações continentais que em conjunto com a FIFA organizam as competições de futebol. São elas:

 

CONMEBOL – (América do Sul)

Criada em 1916, a Confederação Sul-Americana de Futebol é a responsável por organizar as competições que envolvem os países da América do Sul.

 

 

CONCACAF (América do Norte, América Central e Caribe)

Criada em 1961, a Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe (CONCACAF) é a entidade responsável por organizar todas as competições de futebol da América do Norte, Central e o Caribe. Países da América do Sul como a Guiana, Suriname e Guiana Francesa também são membros da CONCACAF.

 

 

UEFA (Europa)

Fundada em 1954, a União das Associações Européias de Futebol (UEFA) é a entidade responsável pelas competições e administrações do futebol europeu e certamente é a mais poderosa entre todas as existentes.

 

 

AFC (Ásia)

Criada em 1954, a Confederação Asiática de Futebol (AFC) é responsável pela organização e administração do futebol na Ásia.

 

 

CAF (África)

Criada em 1957, a Confederação Africana de Futebol (CAF) representa e organiza todas as competições do continente africano.

 

 

OFC (Oceania)

Criada em 1966, a Confederação de Futebol da Oceania (OFC) é a responsável pelas seleções do continente e das competições de futebol. Uma curiosidade foi a saída da Austrália da confederação que hoje faz parte da Confederação Asiática de Futebol (AFC).

 

 

 

As principais competições promovidas pela FIFA

A FIFA organiza diversas competições no mundo. Apesar de muitas serem reconhecidas por ela, só algumas fazem parte do calendário oficial. São elas:

 

No Futebol de Campo

– Copa do Mundo FIFA

– Copa do Mundo de Clubes da FIFA

– Copa das Confederações

– Copa do Mundo de Futebol Feminino

– Mundial Sub-20

– Mundial Sub-17

 

 

No Futsal

– Copa do Mundo de Futsal

 

 

No Futebol de Areia

– Copa do Mundo de Futebol de Areia

 

 

 

Os prêmios

A cada ano, a FIFA promove uma cerimônia na qual apresenta o melhor jogador e a melhor jogadora de futebol do mundo da temporada.

 

 

 

O Ranking da FIFA

Atualmente, o ranking mundial da FIFA é um sistema que classifica as 210 seleções nacionais de futebol associadas à entidade. Utilizado desde agosto de 1993, este sistema já passou por diversas reformulações, sendo a mais recente, após a Copa do Mundo de 2006, na Alemanha.

 

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
– LIVRO: O guia dos curiosos: esportes / Marcelo Duarte. – 3ª ed. Atualizada. São Paulo: Panda Books, 2006.
– LIVRO: O Mundo das Copas: as curiosidades, os momentos históricos e os principais lances do maior espetáculo do esporte mundial / escrito e ilustrado por Lycio Vellozo Ribas. – São Paulo: Lua de Papel, 2010.
– SITE: Federação Internacional das Associações de Futebol (FIFA) – www.fifa.com
– SITE: Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) – www.conmebol.com
– SITE: União das Associações Européias de Futebol (UEFA) – www.uefa.com
– SITE: Confederação Asiática de Futebol (AFC) – www.the-afc.com
– SITE: Confederação Africana de Futebol (CAF) – www.cafonline.com
– SITE: Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe (CONCACAF) – www.concacaf.com
– SITE: Confederação de Futebol da Oceania (OFC) – www.oceaniafootball.com

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *