Origem e História dos Jogos Olímpicos

Origem e História dos Jogos Olímpicos
0
0

Lenda nº 1 – Héracles teria sido o criador dos Jogos

Para explicar um pouco o surgimento dos Jogos Olímpicos de Verão, antes de entrarmos com os dados registrados pela história, vamos as três lendas que se confundem com a realidade sobre a origem dos Jogos Olímpicos. Começamos então pela lenda nº 1.

Por volta de 2500 e 2300 a.C., depois de Cronos e seus quatro irmãos tirarem do trono Urano, eles passaram a habitar o Monte Ida, em Olímpia. Héracles, que era o irmão mais velho, com o intuito de homenagear Zeus, propôs uma corrida em que o vencedor receberia uma coroa de ramos de oliveira. Esta seria a origem dos Jogos que depois passariam a ser realizados de quatro em quatro anos.

 

 

Lenda nº 2 – Pélope e Hipodâmia teriam criado os Jogos Olímpicos

Enomao, rei de Pisa e soberano em Olímpia, recebeu a notícia de que seria destronado e morto por Pélope, pretendente de sua filha, Hipodâmia. Para se previnir, Enomao convocou candidatos para realizarem uma corrida de bigas (foto acima), que era disputada entre o altar de Zeus (foto abaixo) em Olímpia e o altar de Poseidon, em Corinto.

Hipodâmia, porém, sabotou a corrida de seu pai, Enomao, e Pélope, seu amado, acabou vencendo a prova.

Para comemorar, os noivos instituíram uma festa, em honra a Zeus, batizada de Jogos Olímpicos e era realizada em intervalos de quatro em quatro anos.

 

 

Lenda nº 3 – Hércules teria sido o criador dos Jogos

Diz a lenda que Hércules recebeu uma oferta de trabalho, do qual, a função, era limpar os estábulos dos animais de Áugias, rei de Elis, que estavam sujos à mais de trinta anos.

Hércules então, dedicado ao trabalho, removeu as fezes dos animais para o campo e acabou desviando o curso do Rio Alfeu para que as águas levassem as cacas para longe.

O rei Áugias, não cumpriu o acordo que havia feito com Hércules de lhe dar a décima parte do gado. Hércules então, “fracote” que era, matou Áugias. De Elis, seguiu para Olímpia e criou os Jogos Olímpicos em homenagem a Zeus e a si próprio. Tipo, Hércules além de ser Hércules, também deu uma de Narciso, não acham?

Esta então foi a terceira e última lenda referente à origem dos Jogos Olímpicos!

 

 

Jogos Olímpicos, a origem contada pelos fatos históricos

Lendas à parte, os Jogos Olímpicos têm sim a sua origem datada pela história!

Os grande Jogos da Grécia foram disputados pela primeira vez em 776 a.C., fato este que aparece em documentos e monumentos a primeira lista de heróis e vencedores olímpicos.

Os gregos encontraram nos Jogos, uma disputa pacífica de reunir as populações, que na época, viviam em guerra.

No começo, os Jogos Olímpicos tinham como única prova, a corrida de 170 metros. Aos poucos, os gregos foram incluindo o boxe, a luta, a corrida de bigas (foto acima) e o pentatlo.

Até 472 a.C., todas as provas eram realizadas em um único dia e só podiam participar quem fosse cidadão livre.

No século V a.C., os Jogos passaram a ser realizados não mais em um, mas sim, cinco dias. As provas eram sempre disputadas no período mais quente do ano. As mulheres e os escravos não participavam das provas e os Jogos da Antiguidade aconteciam de quatro em quatro anos.

Os Jogos da antiguidade duraram até 393 a.C., quando o imperador romano, Teodósio I acabou os banindo porque ele considerava que o evento era uma festa pagã.

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
– LIVRO: Universo olímpico: uma enciclopédia das Olimpíadas, Eduardo Colli. São Paulo: Códex, 2004.
– LIVRO: O guia dos curiosos: olimpíadas / Marcelo Duarte. 1 ed. São Paulo: Editora Panda, 2004.
– SITE: Comitê Olímpico Brasileiro – www.cob.org.br
– SITE: Comitê Olímpico Internacional – www.coi.org

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ 78 = 84