0

Os Estilos Karatê

Os Estilos Karatê
0
0

 

Os estilos do Karatê

No karatê, existem oito grandes estilos que são: Goju Ryu, Shito Ryo, Shorin Ryu, Shotokan, Wado Ryu, Uechi Ryu, Kenyu Ryu e Kyokushin Kai. Contudo, apenas quatros estilos são reconhecidos pela Federação Mundial de Karatê (WKF): Goju Ryu, Wado Ryu, Shito Ryu e Shotokan.

Logo abaixo, veremos o que significam as oito modalidades.

 

 

Goju Ryu

O significado de Goju significa: “Go”= Rigidez ou Força e “JU”= Flexével ou suave. Este estilo de karatê foi criado por Chojun Miyagui (1888-1953) e mais tarde esta técnica foi apresentada ao mundo através de seu aluno, Meitoku Yagui.

Este estilo de karatê visa em buscar o equilíbrio dos opostos, das energias antagônicas e complementares. Nele o lutado aprende a agir com energia ou calma, rapidez e suavidade e também um trabalho profundo da respiração.

 

 

Shito Ryu

O significado de Shito provém das iniciais dos nomes dos dois principais mestres de Kenwa Mabuni, Anko Itosu e Kanryo Higaonna. O ideograma Kanji (?) representa a sílaba “Ito” do nome de Itosu e pode ser lido como “Shi”. Já o ideograma (?) representa a sílaba Higa(Shi), do nome de Higaonna que também pode ser lido como “To”, assim forma a palavra Shito. Já o Ryu significa corrente ou fluxo.

O estilo Shito Ryu, portanto, é a combinação das características do estilo mais suave circular do Shuri-te de Anko Itosu com o estilo duro-linear do Naha-te de Kanryo Higaonna. Este estilo se distingue dos demais pelo grande número de Kata, pela suavidade e versatilidade das técnicas de combate e pela inclusão de técnicas de solo.

 

 

Shoryn Ryu

É um estilo originário de Okinawa e a partir dele outros estilos surgiram como o Shotokan, que veremos mais abaixo. Shorin é a pronúncia japonesa da palavra chinesa Shaolin, que quer dizer “Pequeno Bosque”. Com isso, como a palvra Ryu significa Estilo, Shorin Ryu significa “Estilo do Pequeno Bosque”.

 

 

Shotokan

É o estilo criado pelo “Pai do Karatê”, Gichin Funakoshi. Caracteriza-se por bases fortes e golpes no corpo inteiro. Os giros sobre o calcanhar em posição baixa dão fluidez ao deslocamento e todo o movimento começa com uma defesa. Quando a técnica de um soco é completamente dominda por quem pratica esta técnica de karatê, o seu poder é incrivelmente poderoso chegando a ser sobre-humano.
O significado de Shotokan: “Shoto” era como Funakoshi assinava seus poemas, significando “pinheiros ondulados ao vento” e “kan” significa escola.

 

 

Wado Ryu

Este estilo foi fundado pelo mestre japonês Hironori Otsuka, em 1934. Wado significa em português “caminho (do) da paz e harmonia (wa)”. Este estilo se diferencia do demais pela utilização de técnicas de esquiva, projeção, movimentação e troca de guarda. Isto se deu ao fato do Mestre Otsuka ter se graduado em Judô e Kendô.

 

 

Uechi Ryu

Oriundo de Okinawa, este estilo de karatê foi criado por Kanbun Uechi. Logo o significado de Uechi Ryu para o português, significa “Estilo Uechi”. Este estilo é uma mistura com o Kung Fu e provém de três animais: garça, tigre e o dragão. O Uechi Ryu visa o equilíbrio da garça, a força do tigre e a sabedoria do dragão. O repertório técnico deste estilo é baseado em três katas essenciais: sanchin (execução de teste de quebra em que o corpo é o receptor da pancada), seisan (força explosiva e controle dos movimentos) e sanseiryu (movimentos de mãos).

 

 

Kyokushinkai

Este estilo foi criado pelo coreano Masutatsu Oyama. Kyokushinkai significa: “Kyoku”= extremo, “Shin”= verdade e “Kai”= associação. Este tipo de karatê é fundamentado em técnicas compactadas e eficazes que visam nocautear o oponente com um único golpe, que é aplicado com uma grande força. Tem também como intuíto tonificar os músculos, melhorar a resistência aeróbica, a flexibilidade, postura e controle emocional.

 

 

Kenyu Ryu

Este estilo foi criado por Takamassa Tomoyori, em 1939. A denominação de Kenyu Ryu deve-se a junção de KEN (do nome de seu professor Kenwa Mabuni) e YU (pronúncia do Tomo em japonês de Tomoyori) e Ryu, como já destacamos, que significa estilo. Tem como características, movimentos fortes circulares e de esquivas, o que torna este estilo muito técnico e complexo.

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
– SITE: Federação Paulista de Karatê – http://www.fpk.com.br/
– SITE: Federação Internacional de Karatê Shorin Ryu – http://www.shorin.xpg.com.br/
– SITE: Associação Karatê de Viseu Portugal – http://www.akv.pt/
– SITE: Federação Brasileira de Karatê Shotokan – http://www.cbks.com.br/
– SITE: Organização Wadô-Ryu Brasil de Karatê – http://www.wadoryukaratedo.com.br/
– SITE: Federação Internacional de Karatê Uechi Ryu – http://www.uechi-ryu.com/
– SITE: Karatê Kyokushin Oyama – http://www.kyokushinkai.com.br/
– SITE: Associação Karatê Kenyu Ryu Brasil – http://www.akkb.com.br/

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 3 =