0

Regras do Judô

Regras do Judô
0
0

 

Uma breve introdução

Talvez, este que voz escreve, não saiba tudo sobre o judô, porém, por ter praticado oito anos desta modalidade e ter ido até a faixa verde, tenho uma boa base. Nos últimos anos, principalmente a partir de 2009, as competições de judô passaram por uma transformação, principalmente no que diz respeito as regras e o sistema de pontuação.

Estes mudanças e outras informações veremos logo abaixo.

 

 

O tatame

O tatame é a área de combate em que os atletas lutam. É composto por pequenos colchões de 1 metro de largura por 2 metros de comprimento. Todos eles agrupados como se fossem um quebra cabeça montado, formam a zona de competição. Cada um dos lados deve ter no mínimo 14 metros e no máximo 16 metros de área total. Como mostra a figura acima, o tatame é dividido em três áreas que são:

Área de combate: Localizada dentro do quadrado vermelho, cada um dos seus lados deve ter de 8 a 10 metros. Conhecido também por dojô, esta área conta com duas marcações que são os locais onde os judocas iniciam e terminam as lutas.

Área de perigo: É a parte pintada de vermelho. Esta área tem 1 metro de largura e serve para quando os oponentes chegarem a ela, devem tentar voltar à área de combate ou então encaixar o golpe no adversário.

Área de segurança: É a área que fica fora do quadrado vermelho. Esta área mede 3 metros de largura e os golpes aplicados nela não valem pontos.

 

 

As categorias

O judô é divido em sete categorias tanto para o masculino quanto para o feminino: peso extra leve (até 60 kg), peso meio leve (até 66 kg), peso leve (até 73 kg), peso meio médio (até 81 kg), peso médio (até 90 kg), peso meio pesado (até 100 kg) e peso pesado (acima de 100 kg). Estas são as sete categorias oficiais existentes. Em algumas competições existe a categoria absoluto, que permite que atletas de qualquer peso participem desta competição, ou seja, um lutador da categoria meio médio pode enfrentar um lutador da categoria peso pesado.

 

 

Os juízes

A comissão de juízes no judô é formada por um árbitro principal, dois juízes auxiliares e um juiz de mesa. Abaixo veremos a função de cada um destes árbitros.

Juiz central: É o responsável por arbitrar o combate dentro do tatame. É o responsável por cumprir as regras do combate.

Juízes laterais: Auxiliam o juiz central além de arbitrarem também, dentro do tatame, posicionados na zona vermelha. Se os dois juízes laterais marcarem uma pontuação e o juiz central outra, vale a maioria, ou seja, o que os juízes laterais marcaram.

Juiz de mesa: É o árbitro fiscal que fica fora da área de competição.

 

 

O uniforme (Judogui)

O Judogui, ou kimono como é tradicionalmente mais conhecido, é um material robusto, feito de algodão ou outro material similar e não deve ser grosso ou espesso a ponto que não evite que o oponente faça a pegada. O casaco do kimono deve ser cumprido até as coxas, de forma que as cubram. Suas mangas devem no mínimo atingir os pulsos com os braços caídos ao lado do corpo. O corpo do casaco deve ser suficientemente amplo a ponto que sobreponha a 20 centímetros do nível da base do tórax. Deverá ter um espaço de 10 à 15 centímetros do braço e manga.

A calças devem ter comprimento suficiente que cubram as pernas, devendo no máximo atingir a articulação do tornozelo e estar no mínimo a 5 centímetros acima da mesma articulação. Deverá ter um espaço de 10 à 15 centímetros da perna e a calça.

A faixa tem largura de 4 à 5 centímetros e a cor corresponde à graduação do atleta. Esta faixa deve ter um tamanho que corresponda a duas voltas à cintura do atleta e deve ficar de 20 à 30 centímetros de cada lado depois de atado com um nó de modo a impedir que o casaco fique frouxo.

 

 

A luta

Diferentemente do karatê e do taekwondo, no judô não é permitido chutes e socos. O objetivo principal desta modalidade é derrubar ou imobilizar o adversário.

Algumas mudanças foram promovidas pela Federação Internacional de Judô a partir de 2009, principalmente no sistema de pontuações da luta. Abaixo você confere como é um combate de judô, já com as suas alterações desde 2009. Estas mudanças nas regras, promovidas pela FIJ, melhoraram o desenvolvimento das lutas para que os atletas procurem sempre o ippon.

Duração do combate: Um combate dura 5 minutos para o masculino e 4 minutos para o feminino. Este período não precisa ser cumprido desde que algum oponente vença a luta por ippon.

Golden Score: Caso haja um empate na luta, uma prorrogação, chamada de Golden Score, é realizada. Esta prorrogação dura 3 minutos. Antigamente, quando o atleta levava um SHIDO (punição) no golden score, perdia a luta automaticamente. Agora ele pode levar um shido sem ser eliminado.

Pontuações: Até 2009, as competições de judô tinham quatro tipos de pontos: ippon (1 ponto), waza-ari (meio ponto), yuko (equivalente a dez waza-ari) e koka (equivalente a dez yukos). Com a nova regra, a pontuação do koka não existe mais.

Duração de Osaekomi-Waza (técnicas de imobilização): Quando o atleta imobiliza seu adversário de 1 à 14,9 segundos, não ganha ponto. De 15 à 19.9 segundos é dado a pontuação de um yuko. De 20 à 24.9 segundos é dado a pontuação de um waza-ari. Após completar 25 segundos é dada a marcação de ippon.

Penalidades: O atleta que levar o primeiro shido na luta servirá apenas como advertência. O segundo, é marcado um yuko para o seu oponente. O terceiro, é marcado um waza-ari para o seu oponente. O quarto, é marcado ippon para o seu oponente e o atleta, obviamente, perde a luta. Para a aplicação do shido, o árbitro central deve paralisar o combate, ordenar que os atletas arrumem o Judogui (uniforme ou kimono) através do gesto de mãos cruzadas esquerdo sobre a direita com os dedos apontados para baixo.

 

 

Glossário

Para compreendermos um pouco sobre o judô, abaixo mostraremos algumas palavras japonesas com suas respectivas traduções que são usadas nesta modalidade esportiva.

Ashi-garami= Pernas entrelaçadas
Chui= Penalidade por infração séria
Dojime= Apertar o corpo com as pernas
Fusen-gashi=  Vencer por ausência
Hajime= Começar
Hansoku-Make= Desqualificação
Hantei= Decisão
Harai-goshi= Técnica de projeção de quadril
Hiki-wake= Empate
Ippon= Um ponto/pontuação máxima
Joseki= Responsável da Mesa Central
Judogui= Uniforme de Judô
Kachi= Vitória
Kami-shio-gatame= Técnica de imobilização
Kani-basami= Técnica de projeção
Kansetsu-waza= Técnicas de chave
Kawazu-gake= Técnica de projeção
Kiken-gashi= Vitória por desistência
Koka= Pontuação mínima (Já extinta das competições)
Ko-soto-gari= Técnica de projeção
Ko-uchi-gari= Técnica de projeção
Kumi-kata= Pegada
Maitta= Desisto
Matte= Parar
Nage-waza= Técnicas de projeção
Ne-waza= Trabalho no chão
Osaekomi= Imobilização
O-uchi-gari= Técnica de projeção
Rei= Saudação
Shido= Penalidade por infração ligeira
Shime-waza= Estrangulamento
Sogo-gashi= Vitória composta
Sono-mama= Não se mexam
Sore-made= Fim do combate
Sutemi-waza= Técnicas de sacrifício
Tachi-waza= Técnicas na posição de pé
Tatami= Tapete
Toketa= Imobilização desfeita
Tori= Atacante
Tomoe-nage= Técnica de projeção
Uchi-mata= Técnica de projeção
Uke= Aquele que é atacado
Ukemi= Queda
Waki-gatame= Técnica de chave
Waza-ari= Quase Ippon
Waza-ari-awasete-ippon= Dois Waza-ari
Yoshi= Continuar
Yuko= Quase Waza-ari

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
– LIVRO: Três mestres do Budo. John Stevens – editora: Cultrix
– LIVRO: Henji Tsu Tôo – Judô, O caminho suave. Editora hemus.
– SITE: Confederação Brasileira de Judô – http://cbj.dominiotemporario.com/
– SITE: Federação Internacional de Judô – http://www.ijf.org/
– SITE: União Panamericana de Judô – http://www.pju.org/
– SITE: Instituto Judô Kodokan – http://www.kodokan.org/

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ 71 = 79