0

História do Aikido no Brasil

História do Aikido no Brasil
0
0

 

Reishin Kawai – O pai do aikido no Brasil

Faixa Preta de 8º grau, representante do Hombu-Dojo no Brasil e países da América do Sul, Reishin Kawai introduziu o Aikido no Brasil em 1961. Com o título de Shihan concedido pelo próprio Grão Mestre Morihei Ueshiba em 1963, dedica-se até os dias de hoje a divulgar o Aikido e tornar melhor a vida das pessoas através desta arte.

Em 9 de janeiro de 1963, abriu sua primeira academia no centro de São Paulo, sendo realmente o homem que introduziu o Aikido no Brasil. Embora nunca tenha treinado esta arte no Japão, em 1961, o Mestre Munashigue, 9º dan de Aikido, representante internacional do Aikikai, determinou que Reishin Kawai fosse um representante do Aikido no Exterior cuidando desta arte marcial no Brasil. Recebeu em fevereiro de 1963 o título de Shihan diretamente das mãos de O-Sensei. Em 1975, tornou-se Representante-Geral da Fundação Aikikai do Japão no Brasil. Em 1979, fundou a Federação Paulista de Aikido, ocupando o cargo de presidente por seis anos. No começo da década de 1990 resolveu renunciar e seus alunos mais antigos tomaram conta desta entidade. Foi então que ele fundou a Confederação Sul Americana de Aikido, do qual é presidente, sendo esta entidade umas das maiores organizações atuais com Dojos por todo o Brasil, Peru, Uruguai, Argentina, Dinamarca e Espanha.

Foi responsável pelas duas visitas feitas à América do Sul pelo então Doshu do Aikikai Hombu Dojo Kishomaru Ueshiba (1978 e 1990). Sendo portador do 8º Grau de Faixa Preta de Aikido, a mais alta graduação desta modalidade em nosso país, Kawai Sensei, como é chamado por seus alunos, vive uma vida dedicada ao tratamento e à cura das pessoas através da Medicina Oriental como acupuntura, mocha, shiatsu e outras além da divulgação e ensino da arte do Aikido em nosso país bem como em países da América Latina.

Kawai Sensei pode ser chamado de “PAI” de todos os aikidoístas brasileiros, pois é o responsável pela introdução e desenvolvimento da arte no Brasil. Possui um Dojo exclusivo para a prática, onde mantém vivo o verdadeiro espírito da arte e um estreito vínculo com a sede mundial do Aikido – o Hombu Dojo, em Tókio, Japão, promovendo todos os anos em nosso país a vinda de grandes mestres e senseis, diretamente do Japão, como: Masuda Shihan, Fujita Shihan, Seki Shihan, Nakamura Shihan, Hironobu Yamada Shihan, Senseis Kunihiko Urushihara e Hagitani Fukutaro, além de outros que estão sempre em visita à Academia Central, como é conhecido o Dojo do Shihan Kawai.

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
– LIVRO: Três mestres do Budo. John Stevens – editora: Cultrix
– SITE: Federação Brasileira de Aikido – http://www.febrai.com.br/
– SITE: Confederação Brasileira de Aikido – http://www.aikikai.com.br/
– SITE: Federação Paulista de Aikido – http://www.fepai.org.br/
– SITE: União Sul-americana de Aikido – http://www.aikidokawai.com.br/

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ 15 = 21